Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Tommy Vext, dos Bad Wolves

Instagram Tommy Vext

Bad Wolves despedem vocalista Tommy Vext mas garantem que não estão a ‘cancelá-lo’

O vocalista da banda que se tornou conhecida com uma versão pesada de ‘Zombie’ dos Cranberries foi afastado depois de várias polémicas. Chegou a dizer: “Sei que vão boicotar a minha banda”. Agora foi a banda a boicotá-lo

Os Bad Wolves despediram o seu vocalista, Tommy Vext, dizendo que a sua decisão nada teve a ver com a chamada "cancel culture".

A banda, no entanto, não revelou o que esteve nas origens do despedimento. Em comunicado partilhado nas redes sociais, os Bad Wolves limitam-se a agradecer a Tommy pelos seus contributos.

Mais tarde, no Facebook Live, Doc Coyle e John Boecklin (guitarrista e baterista, respetivamente) afirmaram que a saída de Tommy era algo que "tinha que acontecer".

Em outubro passado, o vocalista expressou publicamente o seu apoio a Donald Trump, após ter criticado o movimento Black Lives Matter. Porém, a banda garante que "não iríamos cancelar alguém pela sua ideologia política".

Os Bad Wolves tornaram-se conhecidos em 2018, quando a sua versão de 'Zombie', tema clássico dos Cranberries, chegou ao primeiro lugar da tabela de vendas relativa a singles rock, nos Estados Unidos.