Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Kurt Cobain

Kurt Cobain não gostava de Led Zeppelin e Aerosmith. Mas só no liceu percebeu porquê

A opinião de Kurt Cobain sobre as bandas de rock clássico não era a mais favorável, tendo o líder dos Nirvana procurado distanciar-se delas em álbuns como “Nevermind”, que faz 30 anos em 2021. Sobre Led Zeppelin e Aerosmith, afirmou: “Só no liceu percebi o que me enfurecia nelas”

Kurt Cobain demorou a perceber por que razão não gostava dos Aerosmith e dos Led Zeppelin. "Apesar de ouvir a música deles, e de realmente gostar de algumas das melodias que escreveram, demorei anos a perceber que muito daquilo estava relacionado com sexismo", confessou o líder dos Nirvana à Rolling Stone em 1992.

"A forma como eles só escreviam sobre as suas pilas e sobre fazer sexo. Só comecei a perceber o que realmente me deixava furioso na escola secundária", disse ainda o músico, que tentaria depois rebater algumas das ideias sexistas defendidas por outras bandas na sua própria música.

Cobain disse ter-se deixado inspirar pelo punk: "tudo começou a fazer sentido. Exprimia a forma como eu eu me sentia socialmente e politicamente. Tudo. Era a raiva que eu sentia. A alienação".

"Nevermind", o segundo e mais elogiado álbum dos Nirvana, que incluía canções como 'Smells Like Teen Spirit', 'Come As You Are', 'Polly' ou 'Something in the Way', completa 30 anos no próximo mês de setembro.