Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Agir

Facebook Agir

Agir: “Todos nós somos um racista, lgbtfóbico e machista em desconstrução”

“De certeza que encontraremos piadas ou atitudes que, ainda que não venham de um lugar de maldade, podiam ser evitadas”. O texto de Agir sobre os preconceitos

Agir associou-se ao movimento "Eu em desconstrução" e, assumindo-se "racista em desconstrução", partilhou um texto sobre preconceito no seu Instagram.

"Todos nós somos um racista, lgbtfóbico e machista em desconstrução e nunca conseguiremos resolver um problema se não aceitarmos que o temos", escreve o cantor.

Defendendo que "é impossível mudar o mundo à nossa volta sem começarmos por olhar para dentro", diz acreditar que "a empatia é o ponto de partida".

"Não precisamos de nos sentir atacados quando nos é pedida uma simples reflexão", acrescenta, "basta que demos o benefício da dúvida e pensemos um pouco no que diariamente fazemos e dizemos. De certeza que encontraremos piadas ou atitudes que, ainda que não venham de um lugar de maldade, podiam ser evitadas".

O artista junta-se assim a personalidades como Rui Unas, Dino D'Santiago, Fafá de Belém, Fábio Porchat ou a jornalista Conceição Queiroz, que integram também um movimento que tem como intuito consciencializar as pessoas sobre "preconceitos estruturais".