Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Iman e David Bowie

Getty Images

Viúva de David Bowie desmistifica ideias feitas sobre o ‘camaleão’. “Toda a gente o achava muito futurista, mas não era”

No momento em que se completam cinco anos desde a morte de David Bowie, Iman recorda “casamento pacato”

Iman, a viúva de David Bowie, desmistificou algumas ideias sobre o músico, falecido há cinco anos, e o casamento que os uniu durante mais de 20 anos, numa nova entrevista à revista Harper's Bazaar.

A modelo de 65 anos falou sobre o "casamento pacato" que manteve com Bowie e garantiu que apesar de, por vezes, se sentir sozinha nunca mais voltará a casar.

"Sabem, ele foi o meu verdadeiro amor. A minha filha um dia perguntou-me se eu pensava voltar a casar e eu respondi 'nunca'", confessou Iman antes de dizer que a relação que manteve com o músico "não poderia ter sido mais normal".

A modelo elogiou o falecido marido, "um gentleman muito divertido e querido". "Toda a gente fala sobre o facto de ele ser muito futurista, mas não, não era. Aquilo de que ele mais gostava era de usar um fato de três peças".

"Era uma vida linda e normal e era isso que tornava tudo especial", diz ainda, "Podíamos viver em Nova Iorque, ir buscar a nossa filha à escola, andar por todo o lado... Sabem, gostava muito que tivéssemos podido aproveitar mais anos".

Iman acredita que, cinco anos após a morte de Bowie, o artista "continua vivo nos corações e nas cabeças de todos nós". "Ele está aí escondido, mas à vista de todos. Os fãs continuam aí e a música dele mantém-se relevante".

David Bowie morreu a 10 de janeiro de 2016, dois dias depois de completar 69 anos e de editar o seu último álbum, "Blackstar". O músico britânico foi vitimado por um cancro no fígado que lhe tinha sido diagnosticado 18 meses antes.