Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Michael e Emily Eavis, pai e filha à frente do mítico festival de Glastonbury

Getty Images

Mensagem de organizadora de Glastonbury lança ceticismo sobre festivais de verão este ano

Regresso dos festivais de música é uma incógnita, mas os sinais não são, neste momento, animadores no Reino Unido. Emily Eavis, organizadora de um dos maiores festivais de música da Europa, respondeu a uma pergunta no Twitter de forma a deixar em aberto novo adiamento

A organizadora do festival de Glastonbury, Emily Eavis, pareceu não se mostrar confiante em relação à realização do evento este ano.

Respondendo a uma questão de um fã, no Twitter, Eavis afirmou que os bilhetes entretanto adquiridos para a edição de 2021 serão, "evidentemente", válidos para a de 2022 - dando a entender que um novo adiamento está na calha.

Recorde-se que a edição de 2020 do festival de Glastonbury foi cancelada devido à pandemia da covid-19. Do alinhamento faziam parte nomes como Kendrick Lamar, Paul McCartney e Taylor Swift.

Os promotores de festivais britânicos começam esta terça-feira a ser ouvidos por uma comissão sobre assuntos de cultura, media, desporto e digital composta por deputados da câmara dos comuns do parlamento do Reino Unido, com vista a determinar se a música ao vivo poderá ou não voltar este ano aos palcos dos festivais do país.