Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Instagram Agir

Carlos do Carmo era padrinho de Agir. “Nos jantares, pedia-me sempre educadamente que tirasse o chapéu à mesa”

Agir recorda Carlos do Carmo. O artista, mas sobretudo o padrinho. “Até sempre Cácá. Para sempre charmoso”

O rapper Agir recordou Carlos do Carmo, seu padrinho, nas redes sociais.

Dirigindo-se ao fadista como "querido padrinho", Agir escreveu no Instagram que Portugal "viajou um pouco mais pelo mundo nas asas da sua voz", e ele próprio viajou "em férias de verão para o Algarve, em passagem de ano para o Brasil e, principalmente, para serões e jantares onde me pedia sempre, educadamente, que tirasse o chapéu à mesa".

"Fez de mim sócio do seu grande Belenenses no dia em que nasci. Confesso-lhe que desde os meus dezoito anos que estou em falta com as quotas pois não partilho do seu gosto e apreço pelo desporto rei. Foi a família que se escolhe e fez, faz e fará sempre parte da minha vida. Até sempre Cácá. Para sempre Charmoso", completou, num texto acompanhado por várias fotografias suas com Carlos do Carmo. Veja aqui: