Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Carlos do Carmo

Marcelo Rebelo de Sousa: "Carlos do Carmo sabia que o povo o amava"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, falou sobre a vida e o legado de Carlos do Carmo, que morreu hoje, 1 de janeiro, aos 81 anos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recordou a vida e o legado de Carlos do Carmo, que hoje faleceu aos 81 anos.

Em declarações à TVI 24, Marcelo Rebelo de Sousa destacou a grande sensibilidade de Carlos do Carmo, dentro e fora dos palcos, e as dificudades que foi ultrapassando, graças à sua "juventude de espírito".

"Tinha um grande coração", elogiou o Presidente da República, lembrando ainda que o cantor foi "uma voz de resistência pela liberdade, pela democracia e pelo povo"

"Ele sabia que o povo o amava", afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, referindo-se à condecoração de Grande-Oficial da Ordem do Mérito que lhe entregou em 2016. "Sabia que o povo o amava, mas não era indiferente ao facto de ser reconhecido com uma condecoração"

Marcelo Rebelo de Sousa destacou também o facto de Carlos do Carmo ter sido "um homem de esquerda que chegava a todos, da esquerda à direita", e uma voz essencial "no período de construção da democracia e de resistência à ditadura e ao longo da democracia", representando e identificando-se com os "mais sacrificados e não com os poderosos".

"Era um grande artista e uma grande pessoa", resumiu o Presidente da República, sublinhando a "afabilidade e simpatia" de alguém que, mesmo a braços com "problemas físicos graves, nunca quis abandonar o contacto com os portugueses".