Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

DR

Governo decreta um dia de luto nacional para segunda-feira após morte de Carlos do Carmo

O Governo decretou um dia de luto nacional para segunda-feira pela morte do fadista Carlos do Carmo, no primeiro dia de 2021, aos 81 anos

Segunda-feira, dia 4 de janeiro, será Dia de Luto Nacional pela morte do fadista Carlos do Carmo, decretou o governo esta sexta-feira.

"É com extrema consternação e profundo pesar que o Governo tomou conhecimento do falecimento de Carlos do Carmo e decidiu decretar um Dia de Luto Nacional a concretizar-se na próxima segunda-feira, 4 de janeiro de 2021", refere uma nota do gabinete do primeiro-ministro.

O Governo propôs ainda ao Presidente da República a atribuição da Ordem da Liberdade, a título póstumo, "pelo determinante papel que Carlos do Carmo teve na renovação do fado, atribuição que, de resto, já estava prevista".

Na mesma nota, em que apresenta "sentidas condolências à família e amigos" do fadista, o executivo anuncia ainda que, na próxima terça-feira, no espetáculo de abertura da Presidência Portuguesa da União Europeia, o Governo prestará uma homenagem nacional a Carlos do Carmo.

O primeiro-ministro, António Costa, já tinha hoje recordado com saudade Carlos do Carmo, através de publicações no Twitter.