Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Patti Smith em julho de 2019

Steven Sebring

Patti Smith: "A Greta Thunberg sacrificou a sua infância por todos nós"

Patti Smith explica como se tem adaptado à vida em isolamento e arrasa o ainda presidente norte-americano, Donald Trump. "Acho-o uma pessoa horrível e narcisista e um mau homem de negócios. Os danos que causou vão fazer sentir-se durante muito tempo"

Patti Smith deu uma entrevista ao jornal The Guardian, a propósito do espetáculo que dará na passagem de ano e que será transmitido nos ecrãs de Piccadilly Circus, em Londres.

Nessa ocasião, a norte-americana irá cantar e também recitar alguns poemas, um deles inédito e dedicado à ativista sueca Greta Thunberg, que em janeiro completa 18 anos. "Ela praticamente sacrificou a sua infância por todos nós", afirma Patti Smith.

Na mesma entrevista, a autora de "Horses" não poupa o ainda presidente norte-americano Donald Trump, criticando o trabalho da sua administração nos últimos quatro anos.

"Temos vivido num ambiente horrível. Tentamos fazer o nosso trabalho e não deixar que a política se infiltre na nossa consciência diariamente, mas infiltra. É muito insidioso", comenta. "Ao longo dos anos, encontrei-o algumas vezes em Nova Iorque e acho-o uma pessoa horrível, narcisista e um mau homem de negócios. Acho que os danos que ele causou vão fazer sentir-se durante muito tempo. [Esse efeito] não vai passar facilmente, porque Trump fez com que pessoas que pensam como ele, em todo o mundo, se sentissem com força".