Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Álvaro Covões

Rita Carmo

Álvaro Covões: "A cultura em Portugal está a colapsar"

Num artigo de opinião, Álvaro Covões, diretor da Everything Is New, apontas as perdas do setor cultural em tempos de pandemia e recorda que o mesmo emprega 130 mil pessoas em Portugal. "É chegado o momento de os decisores políticos dizerem o que querem para [o país] no que respeita à cultura"

Álvaro Covões, diretor da promotora de espetáculos Everything Is New, escreveu num artigo de opinião sobre aquilo que considera ser o colapso do setor cultural em Portugal, causado pela pandemia de covid-19.

Na mais recente edição do jornal Nascer do Sol (novo nome do semanário Sol), o empresário escreve que o setor cultural "tem sido o mais fustigado" pela pandemia. "A segunda vaga liquidou de vez quaisquer expectativas de recuperação do setor, ou mesmo de sobrevivência para milhares de trabalhadores e pequenas e médias empresas".

Apesar de se terem realizado vários espetáculos, com regras de higiene e lotação limitada, Álvaro Covões sublinha que, com "a larga maioria dos eventos proibida até hoje", o setor regista uma quebra de atividade "que vai ultrapassar os 80% nos 12 meses do ano".

Destacando ainda a proibição de festas e romarias e a ausência de espetáculos e eventos de Natal, Álvaro Covões acrescenta ainda a quebra superior a 80% na cobrança de direitos, concluindo: "tudo aponta para um colapso no setor cultural que emprega mais de 130 mil pessoas (fonte INE)".

"É chegado o momento de os decisores políticos dizerem o que querem para Portugal no que respeita à cultura e às manifestações artísticas", remata o diretor da Everything Is New.