Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

“Olá, eu sou o Robert Smith dos Cure”. E a seguir tocou 3 canções de um dos álbuns mais negros da banda

Robert Smith, o líder dos Cure, fez um ‘live stream’ tocando um trio de canções de “Faith”, um dos álbuns mais emblemáticos do pós-punk e do gótico dos anos 80. Para ver aqui

Robert Smith participou num live stream de 24 horas, para efeitos de caridade, onde interpretou canções de "Faith", álbum editado em 1981 pelos Cure.

O evento, que contou ainda com nomes como Kim Gordon, Sleaford Mods e Bill Callahan, serviu para ajudar a iniciativa "Letters to Santa", da Poverty Alleviation Charities, que ajuda a cumprir os desejos natalícios das famílias mais carenciadas.

Iniciando a sua atuação com um "olá, eu sou o Robert Smith dos Cure", o músico tocou versões novas de 'The Holy Hour', 'The Funeral Party' e 'The Drowning Man', retiradas ao terceiro álbum de estúdio da banda, um dos seus mais negros.

Veja aqui a performance de Robert Smith: