Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

O disco que mudou a vida de Trent Reznor dos Nine Inch Nails. Mas que custou a 'entrar'

“Eu vivia numa cidadezinha rural alheia a qualquer cultura interessante. De repente, aterrou este disco”

Trent Reznor esteve à conversa com o website Vinyl Writers, onde revelou qual o álbum que acabou por mudar a sua vida.

O líder dos Nine Inch Nails apontou "Remain In Light", o disco mais aclamado dos Talking Heads, editado em 1980, como o "culpado". "É um dos meus discos favoritos", disse.

"Não o percebi quando o ouvi pela primeira vez, no início dos anos 80. Eu vivia numa cidadezinha rural alheia a qualquer cultura interessante. De repente, aterrou este disco. Um pedaço de arte estranho, sintético, polirrítmico, com influências africanas, que me confundiu de todas as maneiras".

"Todos os bons álbuns te deixam a pensar, ao início, que não sabes com o que é que estás a lidar. Mas ouvi-los fascina-te, e à sexta escuta ele revela-se. À décima estás completamente apanhado. À 30ª descobres algo de novo", continuou.

"Esse disco mostrou-me o que a música podia fazer. Desde que comecei eu próprio a fazer música, consulto-o sempre. E podes analisá-lo a partir de vários pontos de vista, sem perder a sua complexidade".