Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Brian May

Getty Images

O apelo de Brian May, dos Queen, aos 73 anos: “É só um Natal. Não valerá a pena passá-lo de forma segura e viver para ver o próximo?”

Brian May pediu aos seus seguidores, em Inglaterra e não só, que não celebrem o Natal como em anos anteriores. “O preço de abrandar as restrições serão milhares de vidas perdidas”, escreve o guitarrista dos Queen

Brian May partilhou no seu Instagram um vídeo do Natal passado, "quando as coisas eram tão diferentes... eu e a minha amiga [a tocar guitarra], sem sequer imaginarmos que pouco tempo depois estaríamos todos fechados nas nossas tocas".

Dado o contexto de pandemia, Brian May pede a todos os seus seguidores na Grã-Bretanha que não abandonem a precaução na época das festas. "Não tentem viver este Natal como o do ano passado. É só um Natal, por amor de Deus! Não valerá a pena vivê-lo de forma diferente, com segurança, e viver para ver o próximo Natal? O preço de Boris [Johnson] abrandar as restrições no Natal serão milhares de vidas perdidas. Não quero que vocês façam parte dessa estatística", argumenta.

Para os seus fãs noutros países, o guitarrista dos Queen deixa também uma mensagem: "Não sei quais são as recomendações nos vossos países, mas a vacina está a caminho. Certamente fará sentido manter a paciência durante mais algum tempo?", sugere, despedindo-se com amor.