Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Tom Cruise perde a paciência no ‘set’ de “Missão Impossível” devido a protocolo covid. Ficou gravado

“Se fazem isso outra vez, já foram embora”. O ator ameaçou despedir membros da equipa de filmagem do filme por alegada quebra de protocolo covid. A reprimenda não ficou por aqui — e foi gravada

Foi divulgado um áudio no qual Tom Cruise critica duramente a equipa de produção do novo "Missão Impossível", por alegada quebra de protocolo covid.

O áudio, obtido pelo jornal britânico The Sun, mostra o ator enraivecido e a ameaçar despedir dois membros da equipa por ignorarem as medidas de segurança.

"Se fazem isso outra vez, já foram embora", grita. "E se alguém nesta equipa o fizer, idem aspas".

"A única razão pela qual voltaram a fazer filmes em Hollywood somos nós", continua, referindo-se ao facto de o novo "Missão Impossível" ter sido dos primeiros filmes a recomeçar a produção na era covid.

"Todos os dias estou ao telefone com estúdios, companhias de seguros, produtores. Estamos a criar centenas de empregos. Não quero voltar a ver este género de coisas, não há desculpas".

A reprimenda durou quase três minutos, com Cruise a afirmar que não pretende voltar a suspender a produção do filme. "Lamento não querer as vossas desculpas. Se não cumprem as regras, estão fora", diz.

O novo "Missão Impossível", sétimo filme da saga, tem sido filmado em vários países europeus, como a Itália, a Noruega e o Reino Unido. A produção do filme foi suspensa durante alguns dias, devido à covid-19. A estreia está marcada para o outono de 2021.