Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

George Clooney diz que “é tarde demais” para ser James Bond e sugere uma alternativa

George Clooney avança a idade ‘avançada’ como argumento para recusar um hipotético convite da saga “007” mas tem uma sugestão para contrapropor

George Clooney deu uma entrevista à rádio Heart, onde foi questionado sobre se aceitaria substituir Daniel Craig como o novo James Bond.

Clooney, de 59 anos, foi direto: "é tarde para isso", disse. "Contratem outro".

Para o ator, não é apenas a sua idade que o impede de encarnar o famoso espião: "Vou fazer 60 anos, pelo que é tarde para o James Bond. Além disso, Bond deve ser britânico", disse.

O próximo filme de James Bond, "Sem Tempo Para Morrer", estreia em abril de 2021 e marcará a saída do ator Daniel Craig.

Se dependesse de Clooney, o seu substituto seria... Idris Elba. "É muito elegante e faria um ótimo trabalho. Escolhia-o a ele, sem dúvida", afirmou.