Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Instagram Shawn Mendes

Shawn Mendes: “Não sou gay mas não haveria problema se fosse. Só que não sou”

“Toda a gente acha que sou gay desde os meus 15 anos. Não cresci a lutar, cresci a fazer tranças no cabelo na véspera de Ano Novo”, afirma o cantor, que se diz “frustrado” com os boatos constantes sobre a sua sexualidade e defende a feminilidade no homem

Shawn Mendes deu uma entrevista ao podcast "Armchair Expert", onde se confessou "frustrado" com os constantes rumores sobre a sua sexualidade.

"Sentia-me zangado pelas pessoas homossexuais que conhecia, que estavam no armário", explicou. "Não sou gay, mas não haveria problema se fosse. Só que não sou".

O músico lusodescendente admitiu ainda "não saber como lidar" com esta situação, que o persegue desde a adolescência.

"Toda a gente acha que sou gay desde os meus 15 anos. Não cresci a lutar, cresci a fazer tranças no cabelo na véspera de Ano Novo. [A tua personalidade] depende da forma como cresces e daquilo que te rodeia", disse.

Para Shawn Mendes, a masculinidade tóxica leva a que os homens sejam "idiotas" - e creditou a sua namorada, a cantora Camila Cabello, como alguém que o ajudou a ser uma pessoa mais vulnerável e sensível.

"Ela faz com que eu coloque a cabeça no seu peito e chore, que diga como me sinto. Porque se não o fizer, vou ser um idiota durante uma semana e ela não quer suportar isso. Tenho sorte", afirmou.