Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Blind Zero

Recordar é viver. Os Blind Zero em euforia grunge há 25 anos no Top SIC, com 'Recognize' e um recado de Miguel Guedes

Os Blind Zero eram, em 1995, a banda rock do momento em Portugal, com “Trigger”, o álbum de estreia, a galgar lugares nas tabelas de vendas. “O rock português é um conceito discutível. O que se nota é que há um mercado para a música portuguesa, seja cantada em inglês ou polaco”, afirmava Miguel Guedes, então com 23 anos, no programa televisivo “Top SIC”

"O álbum demorou algum tempo a sair, é Disco de Prata, [um feito] para uma banda que canta em inglês num país que supostamente não tinha mercado [para tal]". As palavras são de Miguel Guedes e sabem a um sentimento de saudável vingança, num momento em que "Trigger", o álbum de estreia da banda do Porto era Disco de Prata, e o grupo se via a meio de uma polémica pela opção de não cantar na língua materna.

Aconteceu em 1995 e a atuação que aqui recordamos registou-se no "Top SIC", programa da SIC apresentado por Miguel Simões. Entre 'Recognize' e 'Big Brother', as palavras são de Guedes, cabelos longos, voz mais grave que a que hoje conhecemos, o rock dos anos 90 nas veias e a confiança de quem é, naquele momento, vocalista de uma banda em ascensão: “O rock português é um conceito discutível. O que se nota é que há um mercado para a música portuguesa, seja cantada em inglês ou polaco”.

  • Recordar é viver. Os Ornatos Violeta antes da fama no concurso Rock Rendez Vous, em 1994

    Notícias

    Há 26 anos, os Ornatos Violeta já tinham canções com fartura, mas muitas delas não chegariam sequer ao álbum de estreia, lançado em 1997. Neste momento registado no 7º Concurso de Música Moderna Rock Rendez Vous, a banda do Porto mostrava dois desses temas 'perdidos' numa atuação que lhe valeria uma distinção meritória e um grande voto de confiança: o prémio de originalidade que, na década de 80, Mão Morta e Pop Dell'Arte também levaram para casa