Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Dino D'Santiago

Rita Carmo

Dino D'Santiago: “Eu também tenho um André Ventura dentro de mim. Cabe-me a mim saber como o alimento”

“Podes cair na armadilha tremenda de achar que não tens nenhum preconceito. Isso já é um preconceito gigante”. Dino D'Santiago, autor do melhor álbum nacional de 2020 para a BLITZ, fala sobre racismo, machismo e outros fundamentalismos. Para ouvir no podcast Posto Emissor

Dino D'Santiago, autor do melhor disco português de 2020 para a BLITZ, esteve no Posto Emissor para falar sobre música, o trabalho com Madonna, racismo e outros temas.

A propósito da sua participação no movimento Em Desconstrução, em que assume ser "um machista em desconstrução", o músico afirma: "Eu também tenho um André Ventura dentro de mim. Cabe-me a mim saber como o alimento".

Para Dino D'Santiago, todos devem "policiar-se, senão podes cair numa armadilha tremenda e achar que não tens nenhum preconceito. Isso já é um preconceito gigante".

Ouça a sua resposta completa aqui, a partir dos 10m 08s.