Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Eddie Vedder sofre de depressão desde criança e foi a música que o salvou. “Para muitos de nós, é tudo o que temos”

O líder dos Pearl Jam, Eddie Vedder, falou sobre a sua luta contra a depressão numa entrevista em que assumiu que foi a música que o salvou

Eddie Vedder falou sobre o facto de sofrer de depressão desde criança numa entrevista ao programa de entrevistas online "In the Coop", defendendo que foi a música que o salvou. "Para muitos de nós, é tudo o que temos", começou por dizer o líder dos Pearl Jam, "e para mim foi-o mesmo antes de saber tocar um instrumento".

"Falei com alguém sobre problemas psicológicos e cada resposta que dava levava-me até aos meus tempos de miúdo e à depressão mais profunda e mais negra", continuou Vedder, "cada resposta que dei levou-me a assumir que a música me salvou, que esta banda ou aquela me ajudaram, que aquela canção ou a outra me ajudaram”.

O músico dos Pearl Jam explicou também que fica muito feliz quando os fãs vão ter com ele para lhe dizer que uma canção sua os ajudou num período difícil, mas que lhes diz: "foste tu que fizeste o trabalho, a música foi apenas um barco salva-vidas durante um instante".

"Sei do que falam, porque eu também passei por isso", conclui, "e foi o 'Quadrophenia' [dos The Who], foram os Talking Heads, os Germs, os Sex Pistols, os Ramones que me ajudaram. Se a música é importante? Sim!”. Veja o vídeo da entrevista na íntegra.