Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Recordar é viver. A última entrevista (e atuação) de António Variações na TV, de pijama e com um boneco de peluche

“Venho diretamente da cama”, anunciava António Variações no programa de TV de Júlio Isidro “A Festa Continua”, em janeiro de 1984. Foi a última presença televisiva do músico, que viria a falecer pouco tempo depois

A carreira de António Variações, possivelmente a primeira grande estrela pop portuguesa, acabou por ser "balizada" pelas suas participações no programa Passeio dos Alegres, de Júlio Isidro. Se em 1981 impressionou o país, cantando a canção 'Toma o Comprimido', mascarado de aspirina, no início de 1984 voltou ao mesmo programa para apresentar 'É Pr'a Amanhã', vestido de pijama e na companhia de um ursinho de pelucge.

"Venho diretamente da cama", brincava António Variações em conversa com Júlio Isidro, antes da atuação em playback. O apresentador referia-se então ao facto de o artista estar de saúde frágil ("Estou com a voz muito alterada, fanhosa", diz o próprio), mas ninguém imaginaria, então, que o minhoto viesse a falecer dali a pouco tempo, em junho.

Na breve conversa com Júlio Isidro, António Variações falava ainda do seu próximo disco, "Dar e Receber", que acabaria por sair em maio daquele ano.