Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Capicua

“Que 2021 nos traga ao sapatinho a vacina para o covid e a autoestima do José Cid”. O “calendário do alento” de Capicua

O calendário do alento de Capicua com rimas cheias de ânimo e bom humor. “2020 foi um flop, o ano mais cancelado / Como antrax no envelope, foi surpresa do diabo”. Veja o vídeo do poema em que covid rima com... José Cid

Capicua partilhou, na página da EGEAC (Empresa de Gestão de Equipamentos e Ação Cultural da Câmara de Lisboa), alguns versos com os quais deseja aos seguidores um feliz Natal e um 2021 livre da pandemia que a todos trocou as voltas, este ano.

Com humor por vezes ácido, crítica e esperança, a rapper do Porto, que este ano lançou o álbum "Madrepérola", escreveu este "postal":

"2020 foi um flop, o ano mais cancelado
Como antrax no envelope, foi surpresa do diabo
Ainda março se estreava, ficou tudo confinado
A desinfetar as compras, num pânico desgraçado
Álcool no copo e nas mãos para afastar esta virose
Lives, zooms, facetimes, teletrabalho e neurose
Desconfinando, mas pouco, a máscara virou rotina
De surto em surto até hoje, aguardando uma vacina
Para a gente da cultura, a crise chegou e forte
Oxalá que 21 nos traga saúde e sorte
E sendo quase natal, que este ano é repensado
Mesmo com menos convívio, que nos seja abençoado
Que nos traga ao sapatinho a vacina para o covid
Que nos traga paz de espírito e a auto-estima do José Cid
Que nos traga mais saúde, mais amor e menos stress
E que nos livre desta crise, longa vida SNS!
Que nos traga a liberdade de ir e vir e dar abraços
Que nos livre dos tiranos, dos sacanas e dos fachos
Sayonara 2020, vai-te embora e leva o Trump
Feliz Natal, meus amigos, já sofremos o bastante"