Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Roberta Medina

Rita Carmo

Roberta Medina: “Sempre tive uma vida privilegiada. Mas o privilégio tem o seu preço”

“Não tenho os gargalos financeiros que muita gente tem, de ter de pôr comida na mesa, mas não digo que as coisas que eu vivo não tragam o seu preço, por vezes alto”, afirma a empresária à frente do Rock in Rio em Portugal. Roberta Medina admite também que nesta altura “é preciso ter os pés no chão” porque “a encrenca é maior” do que [a realização de] um festival. Para ouvir no podcast Posto Emissor

Roberta Medina defende que para lidar com a situação de crise no setor dos espetáculos provocada pela pandemia é preciso ter "os pés no chão" porque "a encrenca" é maior do que a realização de um festival como o Rock in Rio-Lisboa.

Em entrevista ao Posto Emissor, o podcast semanal da BLITZ, a vice-presidente do Rock in Rio começa por afirmar que sempre teve uma vida privilegiada e nunca passou necessidades, mas que tudo tem um preço.

“Não tenho os gargalos financeiros que muita gente tem, de ter de pôr comida na mesa, mas não digo que as coisas que eu vivo não tragam o seu preço, por vezes alto”. Para ouvir no podcast Posto Emissor a partir dos 54 minutos e 44 segundos.

Assinar o Posto Emissor no iTunes.