Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Jon Bon Jovi explica qual foi “o pior erro” da sua vida

O maior arrependimento do vocalista dos Bon Jovi. Contado na primeira pessoa

Jon Bon Jovi deu uma entrevista à revista "Big Issue", onde abordou todos os seus sucessos enquanto músico - mas, também, alguns falhanços.

Neste último campo, o líder dos Bon Jovi destaca o primeiro concurso de talentos em que participou, e ao qual os seus pais assistiram.

"Foi tão mau que eles queriam esconder-se de vergonha, debaixo dos bancos", afirmou.

"Mas eles viram a minha paixão e o meu empenho, e quando tinha 17 anos deixavam-me tocar em bares até à hora do fecho. Podia chegar a casa à uma ou duas da manhã e ir para a escola às oito".

O apoio dos pais foi muito importante para Jon Bon Jovi, que aos 21 anos já tinha um contrato com uma editora discográfica. "Nunca tive um plano B", garantiu.

"Dos meus pais, ganhei a capacidade de tornar os sonhos realidade. Mesmo que não sejas bom na tua arte, se acreditares que és, podes trabalhar nela. À medida que fui envelhecendo percebi que essa foi uma grande lição que os meus pais me ensinaram".

Contudo, o músico não deixou de falar também dos seus erros. "O pior erro que fiz na vida foi não me ter permitido algum tempo para parar e disfrutar", disse.

"Estava sempre tão focado no próximo passo, e no próximo, e no próximo, que isso me custou muitas boas memórias. E muitas noites em branco, que não merecia. É o meu maior arrependimento".