Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

“É triste que condenem uma coisa sem a ter visto”. Protagonista do biopic de David Bowie reage ao mar de críticas

“O conforto dos smartphones traz ao de cima o pior das pessoas”, considera Johnny Flynn, protagonista de “Stardust”

O cantautor e ator Johnny Flynn reagiu às críticas que "Stardust", biopic não-autorizada sobre David Bowie, tem recebido por parte da imprensa especializada e dos fãs.

Em entrevista à Exclaim, Flynn afirmou que essas mesmas críticas têm partido de "fãs do Bowie, que não querem que brinques com a ideia que têm dele", mas também "da cancel culture que grassa na internet".

"O conforto dos smartphones traz ao de cima o pior das pessoas", argumentou. "Julgo que há uma energia que as pessoas não conseguem evitar, de condenar ou de se sentirem ofendidas por algo".

"Isso provoca um diálogo entre ideias interessante, mas também é triste que condenem uma coisa sem a ter visto", continuou.

"A maioria das críticas tem partido de pessoas que só viram os trailers. A própria ideia do filme é ofensiva, para elas. Quando o veem, parecem gostar muito, e as críticas que recebemos são boas".