Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

The Weeknd: “Continua a corrupção nos Grammys”. Presidente da academia responde

Estalou a polémica nos Grammys. “Percebemos a desilusão de The Weeknd por não ter sido nomeado”

Após não ter sido nomeado para um único Grammy - quando, para muitos fãs e críticos especializados, era um dos favoritos -, The Weeknd disparou contra a Recording Academy, responsável pela entrega dos prémios.

No Twitter, o músico canadiano afirmou que "os Grammys continuam corruptos". "Devem-me, a mim, aos fãs e à indústria, alguma transparência", continuou.

Fonte próxima afirmou, à Rolling Stone, que o desabafo de The Weeknd surge após semanas de discussão sobre uma potencial performance na cerimónia de entrega dos Prémios Grammy, que se realiza a 21 de janeiro.

"Houve um ultimato, que resultou num braço de ferro entre a sua performance no intervalo da Super Bowl e a sua performance nos Grammys. Depois concordou-se que ele atuaria nos dois eventos", explicou essa mesma fonte.

A Recording Academy "teve todas estas conversas com o The Weeknd, ao longo do último mês, e agora ele nem sequer foi nomeado e foi completamente ignorado pelos Grammys".

À Rolling Stone, o diretor executivo da Recording Academy, Harvey Mason Jr., disse "perceber a desilusão de The Weeknd por não ter sido nomeado".

"Fiquei surpreendido, e sinto pelo que ele sente. A sua música, este ano, foi excelente. As suas contribuições para a música e o mundo em geral são merecedoras da admiração de todos".

Os Grammys têm sido alvo de intenso escrutínio ao longo dos últimos anos, com acusações de racismo e sexismo a serem feitas contra a Recording Academy.