Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Brandon Flowers, dos Killers

Getty Images

Fora dos Grammys, os Killers gozam com Trump. “Nós ganhámos! Tivemos montes de votos válidos!”

Os Killers, que este ano lançaram o álbum “Imploding the Mirage”, ficaram de fora das nomeações dos Grammys. Mas não perderem a oportunidade de imitar a reação de Donald Trump ao desfecho das recentes eleições presidenciais. Fraude! – brincam Brandon Flowers e companheiros

Fora das nomeações para os Grammys, ontem conhecidas, os norte-americanos The Killers encararam o facto com bom humor, imitando o ainda Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a sua reação de descrença face aos resultados das recentes eleições presidenciais.

"Não deixaram entrar os observadores nas salas de voto. Nós ganhámos os Grammys, tivemos montes de votos válidos. Aconteceram coisas más, que os observadores não puderam ver. Nunca aconteceu antes. Enviaram dezenas de boletins de voto a pessoas que nunca os pediram!", escreveram os Killers no Twitter, acrescentando as hashtags #riggedgrammys e #wewon ("Grammys manipulados" e "nós ganhámos").

Pode ver a lista completa de nomeados para os Grammys aqui.