Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

António Variações e Jorge Palma condecorados pelo Presidente da República

Marcelo Rebelo de Sousa condecora esta tarde Jorge Palma e, a título póstumo, António Variações

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecora esta tarde, a título póstumo, 36 anos após a sua morte, António Variações, o também músico Jorge Palma e a escritora Alice Vieira.

António Variações morreu a 13 de junho de 1984, apenas um ano depois de se estrear nos álbuns com "Anjo da Guarda". Entre as canções que o transformaram num exemplo de longevidade encontram-se 'Estou Além', 'Canção de Engate' ou 'O Corpo É que Paga'.

No ano em que completou 70 anos, Jorge Palma receberá a distinção do Presidente da República depois de ter também sido distinguido pelo Presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, em setembro passado, com a Medalha de Mérito Cultural da cidade.

O Presidente da República marcou presença no concerto no Castelo de São Jorge durante o qual Jorge Palma foi distinguido e deixou a promessa: "Agora só falta a de mérito nacional. Mas [a homenagem nacional] será no Palácio de Belém, de dia".