Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Metallica

Lars Ulrich aborda o alcoolismo de James Hetfield nos Metallica: “Na alegria e na tristeza, na saúde e na doença”

Foi uma entrevista diferente, ao clube de fãs da banda, e talvez por isso a sinceridade de Lars Ulrich tenha sido maior. O baterista e fundador dos Metallica falou abertamente sobre os problemas que levaram o vocalista e guitarrista James Hetfield a retirar-se para tratamento. A relação entre os dois, garante o músico de 56 anos, não é um casamento mas é como se fosse

Lars Ulrich deu uma entrevista ao clube de fãs dos Metallica, na qual abordou o alcoolismo de James Hetfield, que em setembro do ano passado levou a banda a cancelar uma digressão na Austrália.

“Dois ou três dias depois de fazermos o [disco ao vivo] 'S&M2', disseram-me que o James tinha alguns problemas com os quais teríamos de lidar, mas na altura ninguém percebeu o que é que isso queria dizer. O que significava isso para ele, para nós, para a nossa agenda, isso tudo. A primeira coisa que pensámos foi: 'será que ele está bem?'. Depois a digressão australiana foi adiada, tal como o concerto [de caridade] Helping Hands e outras datas. E começas a perceber mais qualquer coisa”.

“Eu e o James falámos algumas vezes. Trocámos mensagens. Comecei a perceber melhor as coisas. Quer dizer, estamos juntos há quase 40 anos. Estas coisas fazem parte da viagem. Claro que não somos casados oficialmente, mas nos votos de casamento diz-se 'na alegria e na tristeza, na saúde e na doença'. E se há uma coisa que é evidente nestes 40 anos é que estamos aqui para durar. Adoramo-nos e acreditamos uns nos outros. Apoiamo-nos e lutamos uns pelos outros”.

Um ano mais tarde, garante Lars Ulrich, James Hetfield está “muito saudável e a banda também”. Quanto ao concerto Helping Hands, acontece amanhã, 14 de novembro, e poderá ser visto online.