Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Marilyn Manson emite comunicado após incidente em entrevista. “Evan Rachel Wood namorou com muita gente”

O artista abandonou abruptamente uma entrevista à revista britânica quando lhe foi colocada uma questão sobre suspeitas de abuso sexual durante o relacionamento com a atriz Evan Rachel Wood. A resposta surge agora, num detalhado comunicado emitido pelos representantes de Marilyn Manson

Os representantes de Marilyn Manson emitiram um comunicado à imprensa, onde detalham o relacionamento do cantor com a atriz Evan Rachel Wood.

Esta semana, Manson foi alvo de polémica após desligar abruptamente o telefone, quando questionado pela revista Metal Hammer acerca das acusações de abuso físico e sexual sobre Wood.

Estas acusações vieram à baila em 2019, após a atriz - sem nomear concretamente alguém - ter dito que esteve numa relação abusiva com um homem mais velho, aos 18 anos, altura em que namorou com Marilyn Manson, que tinha o dobro da idade.

Após o incidente, a Metal Hammer enviou ao publicista de Manson dez questões que pretendiam ver respondidas no que à sua relação com Wood e com outras mulheres diz respeito. A resposta chegou agora, sob a forma de comunicado.

Os representantes de Manson refutam as acusações dirigidas contra o músico, feitas por "críticos anónimos", e explicam as declarações que Manson fez à Spin, em 2009, na qual este fantasiava em "usar uma marreta em Evan Rachel Wood e cortar-se 158 vezes".

"Isso foi obviamente uma entrevista teatral de uma estrela rock, a promover um disco novo, e não um relato factual", pode ler-se. "O facto de Evan e Manson terem ficado noivos seis meses depois indica que ninguém encarou esta história de forma literal".

O comunicado refere ainda que Manson "nunca se coibiu de tecer comentários públicos sobre qualquer assunto", mas que "não tem que fazer o mesmo comentário duas vezes", após ter falado das experiências pelas quais passou a sua ex, a também atriz Rose McGowan.

No comunicado, refere-se ainda que Evan Rachel Wood "namorou com várias pessoas" na altura em que as agressões terão acontecido. "Uma pesquisa básica na internet irá mostrar-vos uma série de nomes [de namorados] que ninguém referiu".

"O vosso jornalista teve a oportunidade de questionar o Manson sobre a sua música - uma de apenas duas entrevistas autorizadas no Reino Unido - e escolheu não o fazer", remata o comunicado.