Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Britney Spears

Getty Images

Britney Spears vive “em pânico” e pode não voltar a atuar ao vivo

Segundo o seu advogado, a estrela norte-americana “tem medo do pai” e tem a carreira em suspenso

Britney Spears vive um clima de pânico motivado pelo controlo da sua carreira por parte do pai, James Spears. A afirmação é do advogado da cantora, Samuel D. Ingham, referindo-se à recusa de um tribunal superior de Los Angeles em retirar a James o poder de gerir a carreira e as finanças da filha, o que sucede desde 2008, aquando de uma situação de esgotamento mental de Spears que se tornou pública e alvo de escrutínio mediático.

"A minha cliente informou-me que teme o próprio pai", declarou Ingham à juíza Brenda Penny. "Ela não voltará a atuar enquanto o pai tiver a seu cargo a gestão da sua carreira", acrescentou. Por sua vez, Vivian Lee Thoreeen, representante de James Spears, contrapõe que o pai de Britney a tirou da ruína financeira, salvando-a de uma dívida que ascendia a 60 milhões de dólares.

A juíza autoriza, porém, que Britney interponha recursos no sentido de inverter a situação vigente.

Esta batalha legal surge numa altura em que os fãs promovem a campanha #FreeBritney, defendendo que a cantora se deve separar, profissionalmente, do seu pai. No início do mês, Britney Spears afirmou encontrar-se bem, respondendo à preocupação dos seus seguidores.