Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Keith Richards (Rolling Stones): “Morro quando tiver de ser. Pelos nossos planos está continuarmos vivos”

Os Rolling Stones desejam, mais do que tudo, sobreviver para contar a história - palavra de Keith Richards. Em 2022 celebram 60 (!) anos de existência

Keith Richards deu uma entrevista à revista GQ, na qual revelou que os planos dos Rolling Stones para o 60º aniversário da banda, em 2022, passa por "continuarem vivos".

"Além disso, na nossa idade, não sei. Não ouvi falar sobre quaisquer planos, mas estou certo de que há coisas a serem preparadas", afirmou o guitarrista, de 76 anos.

"Em primeiro lugar, quero sobreviver a este ano e ver como lidamos com o próximo. Porque de momento há que lidar com mais problemas e não com uma celebração dos Rolling Stones".

Keith Richards confirmou, também, que os Stones se encontram a trabalhar num novo álbum, que se encontrava pela metade no início da pandemia.

"Estava a tentar progredir em relação a algumas coisas, mas não há muito que se possa fazer que não esperar pela vacina", acrescentou.

Para Richards, cada dia "é um prazer". "Não quero dar cabo das previsões das pessoas e nem estou interessado nelas. Ao longo dos últimos 50 anos têm-se questionado, em entrevistas, quando vou morrer. Morro quando tiver de ser", rematou.