Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Phil Collins e a ex-mulher, Orianne Cevey

Getty Images

Ex-mulher de Phil Collins alega que o músico se recusava a tomar banho. Phil Collins diz que acusações são "obscenas"

Depois de ter sido expulsa da casa do músico, a ex-mulher de Phil Collins luta em tribunal por uma compensação monetária. As mais recentes alegações falam em falta de hábitos de higiene e comportamento antissocial

A ex-mulher de Phil Collins, Orianne Cevey, acusa o músico de falta de hábitos de higiene e comportamento antissocial.

As alegações foram apresentadas em tribunal, no âmbito do processo que Orianne Cevey apresentou depois de, no passado mês de agosto, Phil Collins ter obtido uma ordem judicial para expulsá-la - a si e ao seu novo marido - da sua casa em Miami, nos Estados Unidos.

Em outubro, ambas as partes concordaram que Orianne Cevey e o novo marido deixariam a habitação até meados de janeiro, mas a mulher, que tem nacionalidade suíça, continua a reclamar, em tribunal, que é coproprietária da casa de Phil Collins, que vale mais de 30 milhões de euros.

Nos últimos documentos apresentados em tribunal, Orianne Cevey alega que, no último ano, Phil Collins se tornou um eremita, recusando-se a socializar, desistindo de fazer música e abusando de analgésicos. A ex-mulher do britânico assegura ainda que "durante meses" o ex-Genesis se recusou a tratar da sua higiene.

Os advogados de Phil Collins já responderam, considerando que estas acusações não têm fundamento e que são "escandalosas, obsecenas, sem éticas e, na sua grande parte, flagrantemente falsas ou altamente exageradas". A defesa sugere ainda que Orianne Cevey pretende "extorquir" dinheiro do homem com quem foi casada durante sete anos, até 2006. O casal reconciliou-se em 2015, separando-se novamente no início deste ano.