Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Apoiantes de Trump manifestam-se ao som de ‘Killing in the Name’ dos RATM. Tom Morello reage

Tom Morello não conseguiu assistir impavidamente à utilização por parte de apoiantes de Donald Trump de ‘Killing in the Name’, a mais popular canção de protesto dos seus Rage Against the Machine. E respondeu nas redes sociais

Os apoiantes de Donald Trump saíram às ruas para protestar contra os resultados das eleições norte-americanas, nomeadamente contra a contagem dos votos por correspondência, que dão a vitória a Joe Biden.

Num protesto em Filadélfia, um grupo de apoiantes do ainda presidente mostrou o seu descontentamento dançando 'Killing in the Name Of', clássico dos Rage Against the Machine e canção sobre o racismo omnipresente nas forças de segurança - algo que o Partido Republicano, de Trump, nega existir.

O vídeo desse momento já se tornou viral e já mereceu resposta do guitarrista Tom Morello: “Não era isto que tínhamos em mente”, escreveu.

A Morello juntaram-se vários fãs dos Rage Against the Machine, que reagiram com estupefação: "Quem é que lhes vai dizer que a banda é contra o capitalismo e o estado?", pode ler-se.

Veja aqui: