Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Donald Trump, Joe Biden

Getty Images

Trump vs Biden. Quem está de um lado e do outro no mundo da música

A batalha das presidenciais norte-americanas agitou o mundo da música. Os apoios sonantes de ambos os candidatos foram sendo conhecidos, com o lado democrata a levar enorme vantagem. Saiba quem torce por Trump e quem quer ver Biden na Casa Branca

3 de novembro: chegou o dia das eleições presidenciais norte-americanas, ainda que se possam passar “dias ou semanas” até se saber quem é o novo Presidente dos Estados Unidos.

No mundo da música, a maioria dos artistas que se manifestaram sobre a corrida à Casa Branca mostrou, de forma oficial ou informal, o seu apoio ou simpatia pelo candidato democrata, Joe Biden.

Nessa longa lista de apoiantes ou simpatizantes de Joe Biden encontram-se pesos pesados da pop como Madonna, Taylor Swift, Ariana Grande, Beyoncé, Lady Gaga, Halsey, Harry Styles e Justin Timberlake; os rappers Diddy, Common, Offset (Migos), Cardi B, Eminem, 2 Chainz e MC Hammer; as bandas rock Foo Fighters, Fall Out Boy e Nine Inch Nails; os veteranos Bruce Springsteen, Cyndi Lauper, Cher e Barbra Streisand e ainda os cantores-compositores Fiona Apple e Rufus Wainwright. Os cantores Jason Mraz, John Legend e Leon Bridges são outros dos músicos que desejam a vitória de Joe Biden nas eleições norte-americanas.

Do outro lado da “barricada”, apoiando de forma oficial Donald Trump, estão os rappers Lil Pump e Lil Wayne, Kid Rock, Ted Nugent, John Dolmayan (System of a Down), Tommy Vext (Bad Wolves) e John Lydon (Sex Pistols, PiL). O também rapper 50 Cent chegou a mostrar o seu apoio ao candidato republicano, arrependendo-se pouco depois.