Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Tiago Bettencourt

Tiago Bettencourt: “Este álbum fala de lutas, de mágoa e indignação, de desapego, de alívio, de aceitação, de casa, e de liberdade”

Já saiu o sexto álbum de originais de Tiago Bettencourt, que num texto pessoal explica o significado do título “2019 Rumo ao Eclipse”. Mariza, Ivo Canelas e Cláudia Pascoal entre convidados do disco

Já está disponível, nas lojas e nos serviços de streaming, o novo álbum de Tiago Bettencourt, “2019 Rumo ao Eclipse”.

Sobre o seu sétimo álbum, sexto de originais, escreve o músico português:

“2019 Rumo ao Eclipse é um álbum que fala de movimentos que se passaram em 2019. Porém, e embora eu aponte para um ano em específico e suas órbitas, estes enredos não estão presos a nenhuma data ou espaço temporal uma vez que são parte intrínseca daquilo que acompanha a vida de cada um de nós: a nossa humanidade. E seja quando for este caminho, ele oferece-nos os desafios com os quais temos que lidar munidos de armas e defesas, de forças e fraquezas. Este álbum fala de escolhas, de lutas, de mágoa e indignação, de desapego, de alívio, de aceitação, de casa, e de liberdade. '2019 Rumo ao Eclipse' é uma viagem de ida e volta, como todos os meus álbuns são. Todos os meus álbuns são labirintos, este é só mais um. Espero que escolham ouvi-lo com o tempo que qualquer viagem merece”.

“2019 Rumo ao Eclipse” inclui 12 temas, todos escritos e produzidos por Tiago Bettencourt, e tem participação especial de Mariza em 'Nuvem'. Cláudia Pascoal e Mariana Norton asseguram os coros em 'Manhã', 'Fêmea' e 'Fachada', Fred Ferreira toca bateria em 'Dança' e 'Não Queiras Mais de Mim' e Ivo Canelas empresta a voz a 'Intro Fachada'.

O álbum está disponível em CD, vinil e formato digital, tendo produzido até agora os singles 'Trégua', 'Dança' e 'Viagem', cujo vídeo foi filmado em Vila de Velas, na ilha de São Jorge, nos Açores, local de origem da família paterna de Tiago Bettencourt.