Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Instagram Lady Gaga

Campanha de Donald Trump ataca Lady Gaga, que reage com ironia

Numa declaração escrita, a campanha de Donald Trump atacou a artista norte-americana, que tem feito campanha por Joe Biden. Gaga reagiu com duas frases curtas

A campanha de Donald Trump apelidou Lady Gaga de "ativista anti-fracking", um dia antes de a artista se juntar a Joe Biden num comício em Pittsburgh, na Pensilvânia.

"Nada expõe mais o desprezo de Biden pelos trabalhadores da Pensilvânia que fazer comícios com a ativista anti-fracking Lady Gaga", escreveu nas redes sociais Tim Murtaugh, diretor de comunicação da campanha de Trump.

"Biden prometeu repetidamente aos ativistas de esquerda que acabaria com essa prática, o que significaria a morte económica e o armagedão financeiro para as famílias da Pensilvânia, e de todo o país".

Lady Gaga reagiu a estas declarações com ironia, dizendo, nas stories do Instagram, não saber o que é fracking. Seguiram-se-lhe os fãs: "a primeira coisa em que penso quando penso na Lady Gaga é na sua posição relativamente ao fracking", escreveu um deles.

O fracking, ou fratura hidráulica, é um método que possibilita a extração de combustíveis líquidos e gasosos do subsolo. Esta prática tem-se tornado controversa entre defensores do meio ambiente, já que é um método bastante poluente.