Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Donald Trump

Getty Images

Estes são os artistas que disseram “talvez” a Donald Trump

O presidente dos Estados Unidos tinha uma lista de 300 possíveis participantes célebres numa campanha sobre a covid-19. Vários deles disserem 'talvez'

A equipa do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, juntou uma lista de quase 300 celebridades a quem foi endereçado um convite para participar numa campanha publicitária que tinha como intuito "derrotar o desespero e inspirar esperança" em contexto de pandemia de covid-19. Alguns nomes foram excluídos por terem apoiado o presidente anterior, Barack Obama, ou por defenderem os direitos LGBTQ+, mas outros foram mesmo convidados e alguns, de forma algo surpreendente, não rejeitaram automaticamente.

Da lista dos que disseram 'talvez', encontram-se o rapper Jay-Z, o ator Sean Penn, o apresentador Seth Meyers ou os atores Morgan Freeman e Danny DeVito que, alegadamente, quiseram ver primeiro quem aceitaria participar na campanha para discutir o assunto. Na lista, que pode ser consultada neste link, fica a saber-se que as únicas pessoas que aceitaram foram o cantor Marc Anthony e o ator Dennis Quaid.

Selena Gomez, Carrie Underwood, as atrizes Viola Davis e Drew Barrymore e os atores Hugh Jackman e Dwayne Johnson estão entre as celebridades que rejeitaram o convite. Por seu lado, o ator Alec Baldwin, que personificou Trump no programa de humor Saturday Night Live, terá mostrado interesse em participar, mas deu o nascimento do filho como desculpa.