Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

José Cid

Rita Carmo

José Cid: “Estou a poupar ao máximo. Vivo de rendimentos antigos, já anteriormente devorados pelo sistema”

José Cid afirma que as suas expectativas para os tempos próximos estão “abaixo da linha de água” e diz à BLITZ que vai aproveitar o tempo pandémico para “fazer álbuns que venham a ser lançados num futuro distante”

"Estou a poupar ao máximo. Vivo de rendimentos antigos, já anteriormente devorados pelo sistema". É desta forma, direta, que José Cid responde à BLITZ quando o questionamos sobre as adaptações que teve de fazer ao seu orçamento, em contexto de pandemia de covid-19. E deixa farpas pelo caminho: "Deveriam ser os cantores-poetas genuínos a levar a bandeira do cortejo, que vem atrás, e as multinacionais deixarem de cobrar percentagens megalómanas sobre a criatividade que controlam".

Assumindo que as suas expectativas relativamente à retoma plena da atividade artística estão “abaixo da linha de água", diz contudo que se tem dedicado à composição: "vou aproveitar para concluir o meu álbum de rock sinfónico, 'Vozes do Além'. São 20 temas...". Os planos para 2021 não se desviam muito, com o músico a assumir, de forma irónica, que vai apostar em "fazer álbuns que venham a ser lançados num futuro distante".

Quando lhe perguntamos que resposta pensa que deve ser dada no sentido de não se deixar afundar a indústria do espetáculo, José Cid responde, de forma desarmante: "eu já sou tripolar. Não penso, sonho!".

Recorde-se que, em junho passado, Cid se mostrou bastante crítico quanto ao cancelamento dos festivais. "Isso fez com que os artistas portugueses levassem pela mesma tabela", disse, em entrevista ao Jornal de Notícias.

"Vozes do Além", o próximo álbum de José Cid, é um álbum de rock sinfónico que reúne poemas de autores como García Lorca, Natália Correia e Sophia de Mello Breyner, além de Maria Luísa Baptista ou Arlindo Costa, convidados por José Cid. As canções abordarão o tema da reencarnação. Recentemente, divulgou uma nova canção, uma balada dedicada à cidade do Porto intitulada 'Porto-Cidade'.