Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Carlos do Carmo

Ana Baião/Expresso

Carlos do Carmo anuncia o provável “último disco”, onde vai cantar Saramago, Herberto Helder, Sophia e Jorge Palma

Intitula-se “E Ainda...”, esteve três anos a ser feito, e - palavras suas - poderá ser o seu último álbum

Carlos do Carmo editará o seu novo álbum, "E Ainda...", a 27 de novembro.

De acordo com comunicado da sua editora, a Universal Music Portugal, o fadista interpreta poemas de Herberto Helder, José Saramago, Sophia de Mello Breyner, Hélia Correia, Júlio Pomar, Vasco Graça Moura e Jorge Palma. Terá o fado tradicional como fio condutor e a colaboração do maestro Victorino D’Almeida, Mário Pacheco, Paulo de Carvalho e José Manuel Neto.

No final do ano passado, Carlos do Carmo despediu-se dos palcos com concertos esgotados nos Coliseus do Porto e de Lisboa. Tinha, à época, 80 anos. Esta 'despedida' da vida artística poderá agora ficar completa com aquele que se antevê como provável "último disco”, pode ler-se no comunicado, que cita palavras do fadista.

“E Ainda…” é composto por fados que Carlos do Carmo tinha ainda por cantar, fados que nem seriam fados na raíz. Em Herberto Helder descobriu nos escritos finais de "Poemas Canhotos", último livro do poeta, uma "música escondida". Hélia Correia escreveu para si os versos de “Sombra”. De Sophia de Mello Breyner Andersen, “Canção 2”.

Gravado ao longo de três anos, chegará às lojas em versão de duplo CD (o álbum de originais e o registo ao vivo dos Coliseu de 2019) e, numa versão limitada, com o registo em DVD do derradeiro concerto e um video com uma entrevista feita ao longo da gravação do álbum, bem como imagens inéditas de estúdio e de ensaios.