Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Biopic de Bob Dylan fica em suspenso. “É um filme difícil de fazer na era covid”

O filme deveria centrar-se no período em que Dylan passou da folk ao registo elétrico, em meados dos anos 60, com Timothée Chalamet, de “Chama-me Pelo Teu Nome”, como protagonista

Foi colocada em suspenso a biopic de Bob Dylan que se iria centrar no período em que o músico passou da folk a um registo elétrico, nos anos 60, e que iria contar com Timothée Chalamet, estrela de “Chama-me Pelo Teu Nome”, como protagonista.

O filme, que tinha para já o título de "Going Electric", seria realizado por James Mangold. Mas Phedon Papamichael, diretor de fotografia, deu uma entrevista à Collider na qual afirmou que a pandemia colocou um travão nesse projeto.

Em causa está o facto de este ser um filme exigente do ponto de vista do figurino: "O projeto não está morto, mas um filme difícil de fazer na era covid porque a ação se desenrola em clubes pequenos, com vários figurinos em trajes da altura", explicou.