Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Cena comprometedora no novo “Borat” coloca Rudy Giuliani, ex-mayor de Nova Iorque, sob fogo

Imagens do filme mostram o político conservador norte-americano alegadamente a assediar a filha menor do “jornalista mais famoso do Cazaquistão”, não percebendo que estava a ser “apanhado” por Sacha Baron Cohen

O antigo mayor da cidade de Nova Iorque, Rudy Giuliani, está sob fogo após uma cena que tem sido considerada bastante comprometedora no novo filme de "Borat", personagem de Sacha Baron Cohen.

Nessa cena, citada pelo jornal britânico The Guardian, Giuliani, advogado de Donald Trump, é visto deitado numa cama, a enfiar as mãos nas calças, na presença da suposta "filha" de Borat, interpretada pela atriz Maria Bakalova.

Giuliani, que esteve à frente da edilidade de Nova Iorque entre 1994 e 2001, é então interrompido por Borat, que lhe diz que a "filha" "tem 15 anos" [a atriz conta 24]. "É velha demais para ti", acrescentou. Imagens dessa cena circulam pelas redes sociais.

Na passada semana, Caroline Giuliani, filha de Rudy, declarou o seu apoio a Joe Biden nas presidenciais norte-americanas. Fê-lo num artigo publicado na Vanity Fair.

O novo "Borat" ("Subsequent Moviefilm") tem estreia prevista para esta sexta-feira, no serviço de streaming Amazon Prime Video.