Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Regresso de “Dexter” servirá para compensar fãs pelo final da série

Sete anos depois de um final que desiludiu muitos fãs, Dexter Morgan vai voltar ao pequeno ecrã. Os responsáveis da série levantam o véu sobre o que aí vem

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Sete anos depois de um final que desiludiu muitos fãs, a série “Dexter” vai voltar.

A notícia foi acolhida com entusiasmo pelos seguidores da série protagonizada por Michael C. Hall - e já há novidades sobre o seu teor.

Em entrevista a um podcast do Hollywood Reporter, o argumentista Clyde Phillips admitiu que este regresso servirá para compensar os fãs por um final que esteve longe de agradar a todos.

Esse mesmo desfecho não será anulado na nova temporada, que pretende “começar do zero”, explica Clyde Phillips.

“Não queremos que isto seja a nona temporada de 'Dexter'. Quando estrear, já se terão passado dez anos ou mais e o programa vai refletir essa passagem de tempo. Quanto à forma como o programa acabou, [a nova série] não terá qualquer semelhança com esse final. Esta é uma grande oportunidade de escrever um novo final para a nossa série”, congratula-se.

Clyde Phillips admite ainda que o próprio Michael C. Hall não ficou “completamente satisfeito” com o desfecho da série, que regressará - em data a anunciar - para uma temporada de dez episódios.