Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Corey Taylor dos Slipknot é completamente contra tatuagens na cara. E explica porquê

O líder (tatuado) dos Slipknot traça uma fronteira: é contra tatuagens faciais e tem uma razão para isso

Corey Taylor deu uma entrevista à revista GQ, onde afirmou ser contra tatuagens no rosto.

O vocalista dos Slipknot, que tem várias tatuagens espalhadas pelo corpo, traçou uma "linha vermelha" no que toca a encher a própria cara de tinta.

"Fazer uma tatuagem facial não é diferente daquilo que era fazer um piercing no mamilo há 20 ou 30 anos. Acabas a ter o aspeto de um bloco de notas do secundário", afirmou.

"Fiz a minha primeira tatuagem com uma agulha e tinta indiana na cave da casa da minha avó. Fui um idiota. Eu e os meus amigos ficávamos por lá, e fazíamos umas tatuagens patetas uns aos outros".

"Tive-as até fazer 19 anos", continuou. "Foi aí que fiz a minha primeira tatuagem a sério. É tão dura, tão lixo do início dos anos 90 que nem posso dizer o que é", brincou.