Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Em julho, os Chainsmokers deram um concerto VIP sem distanciamento social. A multa é menor que o preço do bilhete

O trio norte-americano atuou num evento VIP em julho onde o público não usou máscara nem respeitou distanciamento social. A coima chegou agora mas não será difícil de pagar

Os promotores do concerto que os Chainsmokers deram nos Hamptons, em julho, foram multados em 20 mil dólares por violação da lei de saúde pública.

O concerto foi, à altura, promovido como um espetáculo de beneficência, com a organização a alegar que todas as medidas de segurança relativas à Covid-19 foram tomadas.

Porém, um vídeo gravado à altura pelo manager dos Chainsmokers mostrou um quadro diferente, com centenas de pessoas juntas, sem máscara e sem manter o distanciamento social.

O preço da multa imposta acaba por ser pouco menos que os bilhetes mais caros para o concerto, que custavam 25 mil dólares.