Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Maynard James Keenan

Getty Images

“Foi horrível. Sobrevivi, mas não foi bonito”. Maynard James Keenan dos Tool teve covid-19 e sente sequelas

O líder dos Tool revela que ainda não se recompôs da doença. “É real, e há efeitos secundários duradouros”

Maynard James Keenan revelou ter contraído o novo coronavírus em fevereiro, pouco antes de ser decretada a pandemia.

O líder dos Tool afirmou, ao jornal Arizona Republic, que ainda sente sequelas da doença mesmo após tantos meses.

"Ainda estou a lidar com alguns efeitos residuais. Foi horrível. Sobrevivi, mas não foi bonito", garantiu.

Questionado sobre o porquê de não ter revelado publicamente ter estado infetado, Keenan afirmou que "não quis andar a espalhá-lo aos quatro ventos".

No entanto, acrescentou, o vírus "é real, e há efeitos secundários duradouros".

"Tive de tomar muita medicação para desfazer os efeitos residuais. Ainda tenho tosse, ainda tenho lesões nos pulmões. De vez em quando, tenho ataques de tosse porque os meus pulmões ainda não estão curados".

Keenan deixou, ainda, um pedido aos fãs: "acautelem-se, pelos vossos vizinhos. Só isso. Mantenham-se seguros e não sejam estúpidos".