Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Cláudia Guerreiro

Rita Carmo

Cláudia Guerreiro, dos Linda Martini, faz música ao vivo para peça de teatro. “É um mix de improviso com algo mais definido”

"Essencialmente, sigo o ritmo dos atores" diz, à BLITZ, Cláudia Guerreiro, dos Linda Martini, sobre o seu trabalho na peça de teatro "Aurora", em cena esta sexta e sábado em Carnide

Cláudia Guerreiro, dos Linda Martini, está em palco esta sexta-feira e sábado (10 de outubro) com a peça de teatro "Aurora", de Douglas Mendes, da companhia Teatro D'As Vizinhas, em cena no Auditório da Boutique da Cultura, em Carnide, Lisboa. Além de ter composto a banda sonora, que apresenta ao vivo, a baixista é corresponsável pela cenografia e assina a ilustração e design do cartaz.

"Foi a convite de uma amiga, a Patrícia Guerreiro, que entrei nisto", explica à BLITZ, "e o desafio foi mesmo fazer parte, integralmente, da coisa, desde a parte toda de imagem (cartazes, ilustração, cenografia e adereços quando houver) até à música". A companhia/associação, que junta Cláudia Guerreiro, a atriz Patrícia Guerreiro e o encenador Douglas Mendes, abriu "10 dias antes do confinamento ser declarado. A primeira peça devia ter estreado em maio. Só conseguimos começar em setembro com a 'Menina Júlia'".

A seguir a "Aurora", a companhia de teatro vai levar a cena a peça "O Herói", para qual "em vez de tocar, vou ilustrar a peça toda ao vivo, em modo totalmente analógico projetado em direto". Confessa ter aceitado este novo desafio com algum receio, "até porque nunca tenho muito tempo": "acabei a fazer menos ensaios do que queria, mas acabou por correr bem. Está num mix de improviso com algo mais definido. Essencialmente sigo os ritmos dos atores".

Segundo a sinopse de "Aurora", "um elogio à fraternidade e ao poder transformador da amizade", a história centra-se em "dois desconhecidos [que] se encontram, por acaso, numa montanha: um está ali por vontade própria, o outro está perdido. Ambos buscam um sentido para as suas existências". Os atores Pedro Monteiro e Tiago Duarte são os protagonistas e a peça tem início às 21h30