Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

João Peste

Rita Carmo

João Peste: “Já assistimos aos Queen sem o Freddie Mercury, aos Doors sem o Jim Morrison. É uma questão de negócio, o dinheiro é que conta”

João Peste, vocalista dos Pop Dell'Arte, comenta a longevidade de bandas como os AC/DC no panorama do rock. Para ouvir no Posto Emissor

No Posto Emissor desta semana, João Peste comentou a longevidade de artistas como os AC/DC, cujos músicos, na casa dos 60 e 70 anos, continuam no ativo.

“O que conta é o produto musical”, afirma o vocalista dos Pop Dell'Arte. “A idade por si não me diz nada. No caso dos AC/DC, nunca fui grande fã, embora consiga compreender o impacto de um álbum como o 'Back In Black'. Mas já assistimos aos Queen sem o Freddie Mercury, aos Doors sem o Jim Morrison... é uma questão de negócio”, considera. “Enquanto der para explorar [a marca], é o dinheiro que conta”.

Para ouvir esta resposta, siga até aos 38m 50s.