Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Eric Clapton apoia Van Morrison nas críticas ao confinamento: "A música ao vivo pode nunca vir a recuperar"

O irlandês Van Morrison tem lançado canções anti-confinamento e deu três concertos para provar que é possível fazê-lo em tempos de pandemia. Eric Clapton mostrou o seu apoio

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Eric Clapton mostrou o seu apoio à campanha recentemente lançada por Van Morrison, que contesta a forma como o Governo britânico tem lidado com a pandemia de covid-19 e alerta para o impacto que as medidas têm tido na indústria da música.

Na semana passada, Van Morrison deu três concertos em Londres, de forma a provar que é possível e seguro atuar ao vivo, e lançou a primeira de três canções anti-confinamento.

"Obrigado a todos os que vieram aos concertos e apoiaram o meu novo single", agradeceu o veterano. "Os concertos foram ótimos e provaram que pode haver música ao vivo com segurança. Agora precisamos que o Governo alivie as restrições e diga às pessoas que as salas são sítios seguros e agradáveis".

Agora, Eric Clapton mostrou estar de acordo com o músico irlandês.

"É profundamente perturbante que haja tão poucos concertos, devido às restrições do confinamento. Muitos de nós apoiamos o Van [Morrison] nas suas tentativas de salvar a música ao vivo, ele é uma inspiração!", considera o músico. "Temos de nos manifestar e ser ouvidos, para encontrarmos uma solução. Não vale a pena pensar na alternativa a isso. A música ao vivo pode nunca vir a recuperar".

A música ao vivo foi proibida no Reino Unido no passado mês de março; desde agosto que é possível realizar concertos em salas fechadas, com distanciamento social.