Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Chino Moreno (Deftones): “Tinha medo de fazer terapia”

Chino Moreno, vocalista dos Deftones, explica o que o levou a procurar um especialista

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Chino Moreno, vocalista dos Deftones, que esta semana lançam o novo álbum, “Ohms”, revelou que fez terapia e defendeu os benefícios da mesma.

O músico admitiu, em entrevista à Metal Hammer, que queria procurar este tipo de ajuda, mas tinha medo.

“Queria fazê-lo, mas talvez tivesse medo”, confessa. “E quando o fiz, pensei: 'mas porque é que só fiz isto agora? E porque é que há um estigma associado à terapia, ou porque é que eu achei que havia?' Como se falar com alguém significasse que somos instáveis mentalmente. Sinceramente, acho que nem precisamos de ter um problema para fazer terapia: é saudável”.

Chino Moreno afirmou ainda que começou a sentir-se “cada vez mais isolado e sozinho” quando a família se mudou de Los Angeles para uma pequena cidade no estado do Oregon, há sete anos.

“Não estava a passar por nada de maluco. Mas quis tentar perceber porque é que estava ligeiramente deprimido. Vivo num sítio lindo, tenho trabalho, uma família saudável... porque é que estava tão agitado?”.

“Agora sinto que a minha visão está muito mais clara. Não quer dizer que não passe pelos mesmos desafios que a maior parte das pessoas no seu quotidiano, mas já não vejo as coisas de forma tão negra”, diz.

Os Deftones têm concerto marcado para o North Music Festival, no Porto, a 21 de maio de 2021.