Perfil

Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

Notícias

Getty Images

Pela primeira desde 1986, venderam-se mais vinis do que CD nos Estados Unidos

Números de vendas e streaming em análise

Pela primeira vez desde 1986, as vendas de música em vinil superaram as vendas em CD, nos Estados Unidos.

Os dados revelados pelo relatório semestral da RIAA, publicado este mês, indicam que existiu um aumento na ordem dos 4% no que à compra de vinil diz respeito (o que se traduz num valor a rondar os 232 milhões de dólares), ao passo que a venda de CDs diminuiu 48% (130 milhões de dólares).

Apesar destes números, a venda física de discos continua a perder espaço para as plataformas de streaming - que lideram o mercado -, diminuindo 23% em relação ao mesmo período no ano passado.

O streaming é, hoje em dia, responsável por 85% das receitas da indústria - e houve até um crescimento no que à subscrição paga deste tipo de plataformas diz respeito, de 24%.

A pandemia da Covid-19 acabou também, segundo a RIAA, por alterar os hábitos de consumo musicais da população norte-americana, fazendo com que se comprassem menos vinis e CDs.